Confirmado! Bate papo

Das 18h às 20h.

bate-papo1Bate Papo, deste ano trará para a discussão com o público o tema Faça você mesmo ( e com os outros). Para partilhar experiências estarão presentes  empresários, grupos e pessoas que estão realizando ações e projetos que transformam o consumidor em parte importante do processo de criação de produtos e serviços.

  • Mediadora: Barbara Szaniecki
  • Curadoria: Angela Carvalho

 

Quem já confirmou a presença no bate papo:

barbaraBarbara Szaniecki
Barbara Szaniecki Mediadora do Debate possui graduação em Graduação em Comunicação Visual pela École Nationale Supérieure des Arts Décoratifs (1994), Mestrado (2005) e Doutorado (2010) em Design pela PUC-Rio. Tem ampla experiência prática na área de Design Gráfico Atualmente é co-editora das revistas Lugar Comum (estudos de mídia, comunicação e cultura), Global/Brasil e Multitudes. Suas pesquisas tem ênfase nas relações entre design, arte e conceitos políticos como: multidão, poder e potência, manifestação e representação. é pesquisadora do PPD ESDI e do LaDA – Laboratório de Design e Antropologia. É autora do livro Estética da Multidão e co-organizadora do livro Dispositivo Fotografia e Contemporaneidade (no prelo).

 

 

tatianaTatiana Altberg e projeto Mão na Lata
Tatiana Altberg é fotógrafa e designer com ampla experiência em projetos ligados à fotografia e educação. Em 2003, criou o projeto Mão na Lata em parceria com a oscip Redes da Maré para jovens das comunidades da Maré.

 

 

 

 

 

rodrigoRodrigo de Oliveira Paes e projeto Sonorizar
Rodrigo de Oliveira Paes  -  coordena a oficina Sonorizar que passou a integrar o Projeto Arte Ação Ambiental iniciado em meados de 1999 dentro do MAC Niterói, no setor de Educação e Pesquisa. O Sonorizar atrai jovens da comunidade do Palácio através da música, do artesanato e de instrumento musicais.

 

 

 

 

cinthiaCinthia Mendonça e projeto Nuvem – Estação Rural de Arte e Tecnologia
Cinthia Mendonça – É idealizadora e gestora do projeto Nuvem – Estação Rural de Arte e Tecnologia: num contexto onde as cidades se tornam cada vez mais insustentáveis, ela acredita que um espaço rural é o ambiente mais apropriado para experiências transformadoras ligadas à sustentabilidade. A Nuvem proporciona diferentes programas de residencias e encontros, um deles é o Interactivos? cuja a prática se instala com influências das premissas do Faça Você Mesmo (Do It Yourself) e Faça Com Os Outros (Do It With Others).

 

 

ana

Anna Dantes
Anna Dantes trabalha com livros desde 1988. Em 1994 abriu a Dantes Livraria que em 1997 se tornou editora. Desde então, é responsável por trabalhos de edição, tendo a pesquisa transdisciplinar como modelo. Foi curadora da exposição Glaziou e os jardins sinuosos, para o Ano França-Brasil, no JBRJ. Coordena o laboratório Setor X na Bibliotecas Parque de Manguinhos e da Rocinha, o selo Pipa Livros em gráficas da zona portuária do Rio e o selo Lábia gentil com a galeria de arte A Gentil Carioca. Estes, e mais projetos, estão no www.dantes.com.br. A experimentação entre formatos – livros de arte, bolso, dramaturgia, revistas, curadorias, exposições, moda, perfume – lhe legou uma trajetória ímpar no cenário.

 

 

henriqueHenrique Monnerat
Henrique Monnerat  é um dos fundadores da Designoteca.com, uma plataforma digital que ajuda pessoas a encontrarem produtos e projetos de design direto de designers e artistas brasileiros que utilizam a ferramenta on-line para publicar e vender suas obras. Formado em Design pela Escola de Artes e Design HfG Offenbach na Alemanha, possui mestrado em Biomimética na mesma instituição, trabalhou em escritórios de design no Brasil e na Holanda. Hoje além de trabalhar na Designoteca.com, Henrique Monnerat é professor de design da PUC-Rio e um dos diretores da Associação Fab Lab Brasil. http://www.designoteca.com

 

 

LaDa1

LaDa- Laboratório de Design e Antropologia com Zoy Anastassakis, Karina Kushnir e Barbara Szaniecki
LaDa: o Laboratório de Design e Antropologia reúne dois ambientes institucionais, em design e em ciências sociais, a saber, a Esdi/UERJ através das professoras pesquisadoras Zoy Anastassakis (designer e antropóloga) e Barbara Szaniecki (designer)  e o Instituto de Filosofia e Ciências Sociais da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IFCS/UFRJ) através da professora pesquisadora Karina Kuschnir (antropóloga). No momento atual o LaDA se articula em torno de uma prática combinada entre extensão e pesquisa, tomando por tema e terreno de trabalho a região central da cidade do Rio de Janeiro, mais especificamente, entre o Largo de São Francisco (onde se situa o IFCS) e o Largo da Lapa (ESDI). Entre pesquisa etnográfica, análise antropológica, pensamento prospectivo e ação projetual, buscamos perceber o lugar em que estamos e as relações que nele são tecidas, discutindo as potencialidades da cidade a partir de sua vida cotidiana. É nesse sentido e em outros possíveis que desejamos contribuir para o debate em torno do Faça Você Mesmo (com os outros).

 

ricardoRicardo Dullius
Ricardo Dullius 
é um  jovem empreendedor, diretor criativo da Vandal – Power for Creation, empresa  de e-comerce que imprime  camisetas exclusivas com ilustrações de designers e artistas. Usa tecnologia de ponta e conceitua seu negócio da seguinte maneira: ” Acredito na liberdade criativa e na importância da experiência para que cada pessoa consiga criar e interagir melhor com os produtos que consome. Tornando a relação entre empresas e pessoa uma troca mais justa e interessante. www.vandal.com.br

 

 

 

Bruno Tarin
Bruno Tarin é atualmente doutorando da Escola de Comunicação da UFRJ. É co-organizador com Adriano Belisário do Livro ” Copyfight: Pirataria & Cultura Livre” sobre o exercício da criatividade e a propriedade intelectual na contemporaneidade e também editor das revistas Lugar Comum e Global Brasil. Coordenador de Audiovisual do Ponto de Cultura Circo Voador, Articulador/Produtor do Pontão de Cultura Digital Circo Voador. Membro da Rede Universidade Nômade e colabora com diversas redes Ciber/Midiativistas. Participa ativamente dos debates relacionados com a propriedade intelectual e a economia criativa, a produção do comum e de políticas públicas de cultura – especialmente em relação com o digital.

Samara Tanaka
Samara Tanaka é designer, baseada no Rio de Janeiro, formada pela Esdi e com mestrado pela Koeln International School of Design, na Alemanha. Atualmente trabalha com design estratégico para inovação na MJV e faz pesquisa e projetos independentes sobre inovação social. Faz parte do MECCA Rede, uma rede para compartilhamento de tecnologias sociais, onde anima o Design Aberto P2P.

Grupo Norte Comum
O Norte Comum é um ponto de encontro entre teoria e prática, um espaço de escuta e convivência permeada por fazeres, tendo como caminho a produção e troca de conhecimento para questionar o espaço urbano, mudar as relações humanas, usando a nossa força criativa para a redução das distâncias e desigualdades, usando a arte como ponte entre as pessoas, cidade e idéias. A idéia surgiu diante da evidente escassez de projetos e atividades relacionados à cultura na zona norte. Frente à essa realidade o que se vê é o êxodo generalizado de boa parte dos moradores locais (em especial os jovens) para o Centro e a Zona Sul da cidade onde há o monopólio da cultura no Rio de Janeiro. O Norte Comum propõe uma “inversão de rota” em âmbito cultural na cidade. O projeto é dividido basicamente em duas frentes gerais de atuação. Uma referente a criação e manutenção da rede, e a outra focada na formação de uma produtora coletiva e horizontal. Mas especificamente, essas frentes de atuação são: comunicação, cultura, ecologia, saúde e meio ambiente; social; audiovisual; pesquisa e história.

, , , , , , , , , , , , , , , , , ,